Évora

Uma das Principais cidades  do Sul do País na idade moderna. A frequente presença da corte, a existência de abundantes ordens religiosas favoreceu a oresença duma abundante mão-de-obra escrava.

evora1

Em 1466, Gabriel Teztel escreveu a elevada presença de negros e mouros na cidade. “Nesta cidade há muitos sarracenos e negros“. Masi tarde Nicolau Clenardo  deixou um relato sobre a cidade, “(…) mal pus o pé em Évora julguei-me transportado a uma cidade do inferno: por toda a parte topava com negros”.

Segundo os registos dos baptismos paroquiais da cidade, cerca de 5% da população era escrava.

Em Évora, na Igreja do Convento de São Domingos, fundou-se a Confraria de Nossa Senhora do Rosário dos Pretinhos. Este convento fundado em 1212, é saqueado em 1808, tendo sido parcialmente destruído no século XIX.

Com principal centro de comércio do Sul, concentrou durante os séculos XVI a XIX um importante papel de entreposto no tráfico negreiro. O com+ercio era feito na Praça Grande

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s