Porque é que já nenhum poder teme as ‘ciências sociais’?

L´obéissance est morte

Está por fazer o debate sobre se o meio académico (laboratórios de investigação incluídos) contribui satisfatoriamente para entendermos criticamente o mundo em que vivemos – e, em caso negativo, quais os motivos. Apesar dos mestres e doutorados que ele constantemente fabrica, o presente continua bastante turvo, mesmo para quem acompanha algumas das principais revistas especializadas. Várias explicações concorrem, na minha opinião, para explicar o curioso fenómeno que contribui para que os distintos poderes (políticos, culturais, económicos) se reproduzam comodamente.

1) tautologia

Tal como está organizada, a academia não estimula os novos cientistas a participarem no aprofundamento ou na superação das teorias existentes, que determinam como se interpretam os dados, mas tão somente na sua acrítica reprodução, única forma destes se verem admitidos na restrita ‘comunidade científica’. Fazer carreira no mundo da ciência implica, em primeiro lugar, replicar indistintamente as teorias em vigor – que assim se tornam pau para toda…

View original post mais 612 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s