Áudio 122 – Espaço Djairsound partilhando sonhos

Djairsound Bar / Restaurante é um espaço onde se cruzam sonhos de artistas que partilham o seu talento entre amigos e pessoas desconhecidas mas abertas a novas experiências sonoras e não só. Jair Pina, músico e empresário cabo-verdiano, apresenta este cantinho familiar que se encontra situado na Rua das Janelas Verdes número 22.

Podem ver o Jair Pina a apoiar o músico de rua Gaspar Silva no B.leza

gapar-silva-bo-bleza-c-jair

View original post

[Encontro de Culturas TXt 13] UM CANTO EM CADA CANTO DO BRASIL: Conheça o Projeto “Dandô – Circuito de Música Dércio Marques”

A CASA DE VIDRO

dando Projeto Dandô apresenta-se no XVI Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

UM CANTO EM CADA CANTO DO BRASIL: PROJETO DANDÔ MARCA PRESENÇA NO XVI ENCONTRO DE CULTURAS

Conheça mais sobre Caravana musical idealizada pela cantora, compositora e pesquisadora de raízes musicais Kátya Teixeira

por Eduardo Carli de Moraes para o XVI E.C.T.C.V

O palco do XVI Encontro de Culturas recebeu na quinta-feira, 29 de julho, a performance deslumbrante do projeto “Dandô – Circuito de Música Décio Marques”, uma caravana musical idealizada pela cantora, compositora e pesquisadora de raízes musicais Kátya Teixeira. Além de Kátya, apresentaram-se os músicos Giancarlo Borba, Cabocla Inez e Sol Bueno. Partindo da constatação da pluralidade da cultura brasileira, o coletivo Dandô nasceu graças à preocupação de músicos e pesquisadores com a interiorização e a difusão da música do Brasil, bem como a descentralização e acesso à produção musical no país.

O projeto…

View original post mais 540 palavras

Áudio 121 – Tabacaria Tropical Sta Bazofo

“Bazofo” é uma palavra do crioulo de Cabo Verde que descreve alguém com estilo e atitude. Mas é também uma pequena marca de roupa sustentável e ética da Cova da Moura, fundada por Vítor Sanches, o dono da Tabacaria Tropical. A Tabacaria Tropical abriu em Junho de 2015 e já tem um vasto leque de eventos realizados naquele espaço que” sta bazofo”! Na Cova da Moura não é raro ouvir-se dizer `Bu sta bazofo!`, não só porque muitas pessoas falam crioulo, mas também porque, segundo Vitor Sanches, há muita gente com muito estilo que representa a cultura daquele bairro a sua identidade.

A Bazofo e a Tabacaria Tropical estão presentes nas seguintes redes sociais:

View original post

Especial: Amor Djidiu

Djidiu – herança do ouvido é uma iniciativa da Afrolis – Associação Cultural que convida poetas, contadores de histórias e interessados na produção literária africana e negra a participar ativamente na produção e divulgação de textos da própria autoria ou de autores que considerem relevantes. Todos os meses temos uma sessão publica num local diferente de Lisboa. O mês de Agosto teve como tema o “Amor” e, pela primeira vez, saímos do centro de Lisboa, estivemos na Tabacaria Tropical, na Cova da Moura e deixamos aqui algumas impressões de mais um encontra do família Djidiu.

Há quanto tempo…

(Autor: Apolo de Carvalho)

Há quanto tempo?
Há quanto tempo lutamos?
Há quanto tempo protestamos?
Há quanto tempo nas ruas marchamos, longas faixas erguemos e em uníssono, gritamos NÃO! BASTA! JAMAIS!
Ainda assim, há quanto tempo temos sido espezinhados, marginalizados, segregados, coisificados, desumanizados, amordaçados, silenciados?

Há quanto tempo temos sido ridicularizados…

View original post mais 639 palavras

[Encontro de Culturas – Txt 11] Corpo a corpo com a ancestralidade: os segredos da musicalidade afrobrasileira segundo Nego Ativo, do Berimbrown

A CASA DE VIDRO

Corpo a corpo com a ancestralidade: os segredos da musicalidade afrobrasileira segundo Nego Ativo, do Berimbrown

Oficina de Musicalização, com o mestre Nego Ativo do Berimbrown, revela muitos segredos da musicalidade afrobrasileira e do potencial artístico de berimbaus e capoeiras

por Eduardo Carli de Moraes para o XVI Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

O XVI Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros ofereceu aos interessados uma ótima oportunidade de vivência sobre a musicalidade afrobrasileira através da “Oficina de Musicalização na Capoeira”, que ocorreu na manhã de Domingo, 24 de Julho, no espaço Petrobras.  A vivência foi conduzida pelo mestre Nego Ativo, um dos fundadores e líderes do grupo mineiro Berimbrown, banda que já tem 20 anos de trajetória e realizou 2 shows durante o Encontrão deste ano.

O berimbau é um dos instrumentos musicais mais representativos da cultura afrobrasileira e um elemento essencial da capoeira

View original post mais 1.118 palavras